6.8.08

os segredos de polichinelo 2

da época:

peixe (frito. mas também assado ou, sobretudo cru) é melhor que conquilhas, que são melhores que ameijoas que são melhores do que marisco em geral.

a carne disputa uma liga inferior.

5 comentários:

João Chagas Aleixo disse...

Óh, meu amigo...

Então e uns camarões marinados em vinho branco, ligeiramente polvilhados com açafrão, seguidos de uma cataplana de marisco, igualmente abundante em carne e pimentos (verdes e vermelhos) acompanhada por uma salada de alface com cebola e/ou batatas fritas. A acompanhar a presença insubstituivel de um Planato bem fresco.
Depois, umas fatias de toucinho do céu, acompanhadas, sabiamente, por uns wiskiys, brandys ou medronhos.
Isto tudo na companhia dos primos louletanos, em Quarteira, e com vista para o Atlântico.

Estão convidados.

miguel p disse...

meu querido "compagnon de route" de juba farta e garra afiada:

por Toutatis! esse é o relato de uma onírica jornada de glória gastronómica, onde todos se exibiram a grandíssima altura. Com tempo, teríamos bebido outro tanto.

Espero que o possamos fazer algures este mês, não sem antes marcarmos presença, eventual e preferencialmente com o nosso camarada comensal celto-andrade, no estádio do Algarve, no dia 16.

Até breve!

S Guadalupe disse...

Prefiro a ameijoa do Octávio. Quanto ao peixe, grelhado escalado e temperado apenas e unicamente com sal!

João Chagas Aleixo disse...

Dilecta guadalupe,

se quiseres também podes vir comer à minha humilde casa...

S Guadalupe disse...

pontos cardeais a sudoeste. só para entendedores.